FacebookYoutube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  24/01/2020 

Servidores da saúde do Ceará decretam estado de greve

 
A decisão foi tomada durante assembleia nesta sexta-feira, 24/01, na sede do Sindsaúde, em Fortaleza, quando foi definido um calendário de mobilizações.
 
O Sindsaúde reuniu nesta sexta-feira, 24/01, entidades sindicais e servidores da saúde do Estado em assembleia para tratar sobre a implantação das ascensões funcionais e o pagamento da Gratificação por Desempenho Institucional, GDI. 
 
Além dos servidores do nível médio da saúde lotados no HGF, Hospital do Coração, Hospital Mental de Messejana, César Cals, Albert Sabin, Samu,Hemoce e Lacen, participaram da assembleia o sindicato Mova-se e representantes de diversas entidades sindicais representativas de categorias do nível superior, tais como: enfermeiros(Senece), farmacêuticos(Sinfarce), odontologistas(Sindiodonto), assistentes sociais(Sasec) e nutricionistas(Sindnuce). O presidente da CTB no Ceará, Luciano Simplício, que também é servidor do Estado lotado no Hospital do Coração, também participou da assembleia e reforçou a necessidade de manter a mobilização da categoria.
 
Após esclarecer sobre o anúncio feito pelo secretário da saúde, Carlos Alberto Cabeto, na terça-feira, 21/01, para a atualização das ascensões funcionais, em atraso há quase uma década, e sobre a polêmica em torno do pagamento da gratificação por Desempenho Institucional, GDI, criado após a extinção da GITQ, os servidores puderam fazer perguntas e tirar dúvidas, que foram prontamente respondidas pelo assessor jurídico do Sindsaúde, Vianey Martins, e pela diretora Silvânia Lopes.
 
Os servidores demostraram insegurança com relação ao cumprimento das ascensões e temem sofrer mais perdas com a GDI, já que os valores que serão pagos ainda são desconhecidos. A categoria está sem reajuste salarial há dois anos.
 
Ao final, foram apresentados os encaminhamentos da assembleia. Acatando proposta apresentada pelo representante do Sindiodonto, Cleiton Magalhães, os presentes aprovaram a participação no ato que será realizado em frente ao Palácio da Abolição no dia 11/02 para cobrar o reajuste salarial. Também foi aprovado o estado de greve, com calendário de mobilizações nas unidades de saúde do Estado, apresentado pela presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, que segue:
 
 

CALENDÁRIO DE MOBILIZAÇÃO NAS UNIDADES DE SAÚDE

DATA

HORA

LOCAL

 04/02 (TERÇA)

6H30

 HOSPITAL DO CORAÇÃO

 06/02 (QUINTA)

6H30

 HOSPITAL CÉSAR CALS

 11/02 (TERÇA)

6H30

 HOSPITAL ALBERT SABIN

9H

 MANIFESTAÇÃO NO PALÁCIO DA ABOLIÇÃO

 13/02 (QUINTA)

6H30

 HOSPITAL SÃO JOSÉ

 18/02 (TERÇA)

6H30

 HOSPITAL GERAL DE FORTALEZA

 20/02 (QUINTA)

8H

 HEMOCE

 21/02 (SEXTA)

7H

 SAMU EUSÉBIO

 05/03 (QUINTA)

9H

 ASSEMBLEIA DOS SERVIDORES DA SAÚDE NA SEDE   DO SINDSAÚDE

Após as mobilizações, caso não ocorram avanços no atendimento das reivindicações dos servidores, a categoria aprovou a realização de uma nova assembleia, no dia 05 de março, para decidir sobre a paralisação dos servidores da saúde do Estado por tempo indeterminado.

 

Última atualização: 24/01/2020 às 14:23:41
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 

SINDSAÚDE CEARÁ
Rua Padre Mororó, 670 - Centro
Fortaleza - Ceará  |  CEP 60.015-220

(Quase esquina com Rua São Paulo)

 

Fone: (85) 3212-4577  |  E-mail: contato@sindsaude-ce.com.br
www.igenio.com.br
CTB CNTS