FacebookYoutube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  24/05/2019 

Após mobilizações, secretário da saúde recebe entidades sindicais para discutir demandas da categoria

 
Após várias ações dentro da agenda da luta unificada dos servidores da saúde do Estado, que tem à frente o Sindsaúde, Sindionto(odontólogos), Senece(enfermeiros), Sinfarce(farmacêuticos), Sindnuce(nutricionistas, Sasec(assistentes sociais), Sinfito(fisioterapeutas) e Mova-se, o secretário da saúde, Carlos Roberto Martins(Cabeto), recebeu representantes dos trabalhadores em reunião nesta quinta-feira, 23/05, na Secretaria da Saúde do Estado, Sesa.
 
Um grupo de trabalhadores se manteve em frente à Sesa, enquanto era realizada a reunião, que aconteceu um dia depois da primeira paralisação da categoria, no Hospital do Coração. A presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, participou da reunião, acompanhada de representantes das demais entidades sindicais presentes.
 
Quanto à ascensão funcional, o secretário informou que foi constituído um grupo de trabalho com representantes das entidades para acelerar o estudo que já foi iniciado com técnicos da Sesa. Uma nova reunião para discutir o assunto ficou agendada para o próximo dia 4 de junho.
 
Quanto ao PCCS, só após a atualização das progressões, um grupo de trabalho deve dar inicio às discussões sobre a reestruturação do plano de cargos, carreiras e salários. 
 
Ainda dentro da pauta, o secretário afirmou que o Estado não terá condições de realizar concurso público nos próximos dois anos. O motivo apresentado foi a Lei de Responsabilidade Fiscal.
 
As lideranças sindicais discutiram ainda sobre a GITQ.  A gratificação permanece sem alteração até outubro de 2019. Para os servidores que tiveram redução nos meses de março e abril, o secretario informou que será devolvida em folha suplementar ainda em maio.
 
Quanto ao reajuste dos servidores da saúde do nível  médio, o secretário se comprometeu a manter uma articulação com o Governo do Estado para que seja dada uma resposta sobre essa reivindicação dos trabalhadores.
 
Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará
 

 

Última atualização: 24/05/2019 às 13:20:48
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 

SINDSAÚDE CEARÁ
Rua Padre Mororó, 670 - Centro
Fortaleza - Ceará  |  CEP 60.015-220

(Quase esquina com Rua São Paulo)

 

Fone: (85) 3212-4577  |  E-mail: contato@sindsaude-ce.com.br
www.igenio.com.br
CTB CNTS