FacebookYoutube RSS
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  14/03/2019 

Sindsaúde mobiliza trabalhadores da saúde para ato unificado em defesa da aposentadoria

 
O ato será realizado na sexta-feira, 22/03, com concentração às 8 horas da manhã, na Praça da Imprensa. 
 
O Sindsaúde convida os trabalhadores e trabalhadoras da saúde para que participem do ato unificado em defesa da Aposentadoria, que será realizado em todo o Brasil na sexta-feira, 22/03. Em Fortaleza, o ato terá concentração na Praça da Imprensa, às 8 horas da manhã. Coordenam o ato a CUT Ceará, CTB, CSB, Intersindical, CSP- Conlutas e Unidade Classista.
 
Os trabalhadores vão às ruas dizer NÃO à Reforma da Previdência, proposta pelo Governo Bolsonaro. Vamos cobrar os deputados federais para que estejam ao lado dos trabalhadores e que votem contra esta reforma que, se aprovada, vai deixar os pobres cada vez mais pobres.
 
Enumeramos aqui 6 motivos para você lutar contra essa Reforma da Previdência: 
 
1º) Fim do PIS/PASEP para quem ganha mais de um salário mínimo. O abono hoje é pago para quem recebe até dois salários mínimos por mês.
 
2º) Aposentadoria integral? Só depois de 40 anos de contribuição e idade mínima de 62 anos(mulheres) e 65 anos(homens). Esta idade mínima vai aumentar a cada dois anos.
3º) Aposentadoria por invalidez deixa de ser integral – Será de 60% mais 2% a cada ano de contribuição que ultrapasse os 20 anos.
 
4º) O chamado Benefício de Prestação Continuada, o BPC, que hoje é de um salário mínimo a partir dos 65 anos passa a ser de 400 reais para quem tem até 70 anos. Querem matar nossos idosos pobres. Isso não é reforma. É genocídio!
 
5º) Fim da Aposentadoria Especial - Hoje, é possível que profissionais expostos a condições insalubres de trabalho se aposentem mais cedo com o benefício integral sem exigência de idade mínima. Se aprovada a Reforma do Bolsonaro, profissionais da saúde, por exemplo, terão que trabalhar pelo menos mais dez anos além do que é exigido pelas regras atuais.  
 
6º) Capitalização – Os trabalhadores passarão a pagar aos bancos para poder se aposentar. Na prática, será a privatização da Previdência, que vai impedir que nossos filhos e netos se aposentem no futuro.
 
Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde - Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde no Ceará
 
 
 
 
 
 
 
Última atualização: 14/03/2019 às 11:19:37
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 

SINDSAÚDE CEARÁ
Rua Padre Mororó, 670 - Centro
Fortaleza - Ceará  |  CEP 60.015-220

(Quase esquina com Rua São Paulo)

 

Fone: (85) 3212-4577  |  E-mail: contato@sindsaude-ce.com.br
www.igenio.com.br
CTB CNTS